Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

LAPSOS

O homem, desde os primórdios de sua existência desejou o horizonte e desafiou as distâncias. Questionou sua origem e lançou dúvidas quanto a sua solidão, no universo.
Ergueu o olhar para o infinito, vasculhou entre as estrelas. Quanto mais longe viu, mais o horizonte se expandiu. A ficção extrapola a realidade, vira-a do avesso e se apropria de cada detalhe para criar seu universo. Então, se por algum tempo pudermos acreditar no mundo que a ficção propõe, ele passa a existir. J.C.Hesse

Hora de partir.

1.Impacto

— Mãe, por que esta placa fica grudada ai na coluna?
— Meu bem, quando fizer dez anos poderá entender. Mas é para a gente lembrar o quão somos pequenos.
— Igual eu?
— Menor filho.
— Quem pichou ela?
— Não tem nada ai filho. Vamos para casa.

Mãe e filho vão embora, aos poucos surge uma mancha sobre a placa, até ficar cintilante: E o poema da vida ganhou cores, há algo mais no negrume pontilhado. O grande conquistador não está só. Nunca esteve!
Dezenove de janeiro de dois mil trezentos e c…

Últimas postagens